5/05/2009

Caça Níqueis


Joguetes espúrios empurram as vidas adiante
na contundência do quem dá mais.
No depois, afirmo desde já,
não é de cartas na mesa.
Os coringas são muitos... uma guerra de blefes.
Heróis do avesso, como mandatários
do descontrolado fio desencapado do amanhã.
Não há exceção... todos...
Todos bonecos binários na rede da viúva negra.
Macacos desajeitados diante as lentes,
atravessados por ondas, no nó cego de
fios invisíveis.
Um cachangá de atordoadas criaturas de mangá
de olhos esbugalhados vidrados nos fusos monitores
liquidificadores de massa cinza.
Caça níqueis de amorfos sonhos.
Geléia de excrementos
na contundência do quem dá mais.
(texto da lateral superior da imagem)

3 comentários:

Sentilavras disse...

olha, gostei mt dos seus textos... vc tem o dom da aliteração, hein!
rs

Sentilavras disse...

Oi, Paulo. Respondendo sua pergunta, é um projeto de conclusão de curso. Quero fazer um programa de rádio em um formato semelhante ao do Re[corte] Cultural, q passa na TV Brasil. Sei q são 2 meios diferentes (rádio e TV), mas o desafio é justamente fazer a adaptação de linguagem.
A ideia ainda é mt incipiente. Nem mostrei minha proposta para meu orientador ainda. Pode ser q ele ache q não vai dar certo, mas eu acho q vai.

Junker disse...

Atualiza mais! Vc decorou o Sarajevo???

http://bossanovacontorcionista.blogspot.com/

depois passa la!